“Precisa-se de Vendedora com Experiência (OBS: Sem whatsapp)”, dizia o anúncio  (Foto: Reprodução/Gilmar Gomes)
O uso de aplicativos no ambiente de trabalho pode atrapalhar a nossa produtividade?
No caso citado a seguir, a resposta é sim, muito. O empresário Gilmar Gomes, de Uberlância, MG, teve que alterar o anúncio de oferta de emprego localizado em sua loja para "Precisa-se de Vendedora com Experiência (OBS: Sem whatsapp)", pelo simples fato de que em 15 dias, 12 candidatas foram dispensadas por usarem excessivamente o app.
Ao G1, Gilmar relatou que "elas vinham e entregavam currículo, mas não passavam no teste. Ao invés de atender as clientes, ficavam com o celular em mãos. Só se ouvia o barulho do aplicativo" e que hoje vem encontrado dificuldades para arrumar boas funcionárias. "Eu não sabia mais o que fazer e foi então que surgiu a ideia. Antes de colar o papel na porta da loja, recebia quase 20 currículos por dia. Após o cartaz, em cinco dias não recebi nem dez. As pessoas passavam aqui e fotografavam o anúncio, outras riam e até comentavam as escritas, mas pedir emprego que é bom, nada", analisou o empresário, que relatou ainda que "a intenção era que pelo menos no horário de trabalho o aplicativo fosse deixado de lado, pois as pessoas sentem falta de um bom atendimento, de um corpo a corpo".  
Após algumas seleções frustradas e várias demissões, o empresário conseguiu encontrar uma funcionária que não utiliza o aplicativo e claro, a contratou. O nome dela? Aline Souza, de 35 anos. Em entrevista ao G1, Aline relatou que achou o anúncio engraçado, mas depois percebeu que seria uma boa oportunidade para ela retornar ao mercado. "Vi como positivo. Como eu não tenho WhatsApp, pensei 'essa oportunidade é minha'", contou Aline.   
O anúncio, exposto na vitrine da loja, foi fotografado e publicado em um perfil do Facebook, sendo compartilhado mais de 400 vezes logo em seguida e, claro, sendo alvo de muitas críticas por parte de usuários que não concordam com a atitude do empresário.
Segundo o advogado especialista em direitos trabalhistas Rafael Garagorry, entrevistado pelo G1, o modo com que o anúncio foi escrito pode sim ser interpretado como discriminação. "A lei 9029/95 determina que fica proibida a adoção de qualquer prática discriminatória e limitativa para efeito de acesso a relação de emprego. Assim, entendo que a opção por pessoas que não tenham o referido programa no celular é uma prática discriminatória", diz Garagorry.
No entanto, "se a utilização do programa está diminuindo a produção do funcionário, deverá o mesmo ser advertido ou não permitido de utilizar o programa durante o expediente, porém o simples fato de o candidato à vaga possuir o programa não poderá ser empecilho para que seja contratado", completou o advogado.
Este é o altar aqui de casa, onde Santos trabalham juntos para a nossa proteção.
Eu sou católica, Nunca perdi minha fé, Pelo contrário, tenho muita, muita fé. E tento ser resignada. Acredito na lei do retorno, que Deus tem um plano para todos e cada um de nós, que esta vida é apenas uma de muitas passagens, um caminho para a nossa evolução. Tenho uma religião definida, acredito na Católica.
É missão dos pais transmitir valores aos filhos, entre eles os religiosos. Peço ajuda aos meus padrinhos rezo para Deus, para Jesus e para todas as Nossas Senhoras, faço o evangelho no lar e frequento a Igreja Católica.
Para mim seria muito difícil ter um filho ateu, por exemplo, porque eu sou muito apegada à minha fé. Acho que a vida é mais difícil para quem não acredita em nada.

Acho que, no fundo, eu sou tão grata a Deus, já tive tantas provas de que Ele existe, de que me dá proteção, que eu adoraria estender esta bênção de ser uma pessoa de fé aos que não acreditam. Queria que eles pudessem sentir, assim como eu, esta força gigantesca que me acalenta o coração nos momentos mais difíceis, que sempre me mostra um caminho, que me carrega no colo quando eu estou sem forças pra lutar sozinha. Deus nunca me faltou, e eu acredito muito em uma força maior, seja ela qual for. Mas isso, infelizmente, é algo que não posso controlar. Só posso mesmo é pedir todas as bênçãos do mundo para os mais necessitados e principalmente para minha família, para que tenham muita proteção neste caminhar tão difícil e tão extraordinário que é esta passagem pela Terra. 
Relatou a devota Florense Marinácia Ferreira.





tentativa-de-assalto
Imagem ilustrativa
Bandidos simularam um acidente às margens da rodovia PE-365 em Serra Talhada, Sertão pernambucano, e levaram o carro de um empresário de 49 anos, além de aproximadamente R$ 1.300. Ele estava com a filha, de 15, e tinha saído da cidade de Santa Cruz da Baixa Verde. As informações são do 14º Batalhão de Polícia Militar.
O crime foi registrado na madrugada da quinta (26) e comunicado em nota pela corporação nesta sexta-feira (27). O documento relata que, nas proximidades de um motel, o empresário “avistou uma mulher acenando na pista e visualizou um homem deitado no chão, simulando um acidente, e ao parar para prestar socorro, foi surpreendido por mais um elemento, que saiu de dentro da caatinga e juntamente com o que estava deitado, mandou as vítimas descerem do carro e anunciou o assalto”.
A PM também informou que o celular e o relógio foram levados do motorista, que disse que os homens estavam armados, mas não percebeu se a mulher também estaria.
Via G1 Caruaru
http://cdn.vozdabahia.com.br/listas/posts/150405.jpg?1422202928
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou no final da tarde desta sexta-feira (27), a manutenção da bandeira vermelha para todos os consumidores de energia durante o mês de abril. A bandeira vermelha implica em um acréscimo de R$ 5,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos em todos os Estados, exceto Amazonas, Amapá e Roraima.

Desde o início do ano, quando o sistema de bandeiras tarifárias passou a vigorar no Brasil, o custo de energia está mais caro para o consumidor. A bandeira vermelha representa a existência de condições mais adversas para a geração de elétrica no País. Há ainda a bandeira amarela, quando a cobrança adicional é de R$ 2,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, e a bandeira verde, sem custo adicional.

O sistema de bandeiras tarifárias, implementado com o intuito de alertar o consumidor a respeito do custo corrente de geração, além de dividir com ele esse custo, já passou por um reajuste. Em janeiro, o valor adicional cobrado na bandeira vermelha era de R$ 3 para cada 100 kWh. No caso da bandeira amarela, o acréscimo era de R$ 1,50 por 100 kWh. A partir de março, contudo os valores foram elevados em 83,3% e 66,6%, respectivamente.
Segundo informações da PM, policiais militares do destacamento de São João, no Agreste, foram procurados na manhã desta sexta-feira (27) por um senhor, que estava muito amedrontado e em busca de ajuda, pois o seu filho teria lhe dado um soco no olho direito e corrido atrás do mesmo com um facão de 14 polegadas para lhe matar.
o2
Ainda segundo a polícia, a motivação para as agressões teria sido inveja. O filho agressor, João Carlos Timóteo Junior, conhecido como “Timótin” ficou muito bravo porque seu pai deu uma moto de presente a seu irmão. Por ele não ter ganho nada da vítima (seu pai), queria de todas as formas que seu pai lhe desse três cabeças de gado, durante o desentendimento, o elemento tentou matar o pai, que correu e pediu ajuda no destacamento militar de São João.

 o3
A vítima foi lesionada no olho.
Os policias iniciaram as buscas e encontraram o suspeito e o facão usado na tentativa do homicídio, dessa forma evitando que o crime acontecesse.  O elemento endemoniado, ainda quebrou vários objetos na casa do pai. O fato teria ocorrido no Sítio Capim, área rural do município de São João. O acusado foi levado à polícia judiciária e autuado em flagrante delito.

Adielson Galvão
A médica Myriam Castro, condenada por ter mandado cortar o pênis do ex-noivo, obteve da Justiça de Minas Gerais autorização para cumprir a pena em prisão domiciliar para cuidar dos filhos recém-nascidos.

Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), ela saiu no dia 19 deste mês do Centro de Referência da Gestante Privada de Liberdade, situada em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. A médica irá utilizar uma tornozeleira eletrônica.

Myriam Castro deu à luz casal de gêmeos no dia 4 deste mês em uma maternidade situada em Belo Horizonte. Segundo seu advogado, ela teria feito uma inseminação artificial, sendo que os bebês nasceram prematuros.

A Justiça tinha negado, no final de fevereiro passado, antes do nascimento dos filhos, um pedido da defesa para que ela cumprisse o restante da pena em prisão domiciliar. No entanto, de acordo com o juiz Marcelo Augusto Lucas Pereira, da Vara de Execuções Penais (VEP) de Belo Horizonte, a decisão atual foi tomada em razão da “imperiosidade de salvar os neonatos [bebês], que, por serem prematuros, demandam cuidados especiais, inclusive, a presença física da mãe”, afirmou o magistrado, após ter tido acesso a pareceres médicos incluídos no processo.

O magistrado, no entanto, condicionou a prisão domiciliar apenas “enquanto os recém-nascidos necessitem de atenção médica”.




Pereira ainda levou em conta informação que, segundo ele, foi repassada pela diretora do presídio na qual ela teria afirmado que a unidade “não possui estrutura para abrigar a interna em estado puerpério [convalescendo do parto] com dois recém-nascidos prematuros”.

No entanto, o juiz impôs condicionantes para que ela cumpra a prisão domiciliar, entre eles, a comprovação de emprego fixo, sendo dada a ela autorização de sair de casa apenas para o trabalho. Myriam Castro deverá apresentar relatório médico mensal sobre a saúde dos filhos.

Foragida

Myriam Castro havia sido condenada a seis anos de prisão em regime semiaberto, com direito ao trabalho externo, e cumpria a pena no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, situado na capital mineira.

A Subsecretaria de Administração Prisionais (Suapi) considerou a presa foragida, em 28 de janeiro deste ano, em razão de ela não ter retornado à unidade prisional neste dia.
Ela foi localizada posteriormente pela polícia na maternidade, após uma denúncia anônima, no dia 21 do mês passado. O advogado de defesa da médica negou que a cliente tivesse fugido da cadeia e justificou a internação em razão da gestação considerada de alto risco. Ele também havia adiantado que a gravidez teria sido revelada ao juiz que cuida do caso.

Desde então, ela permanecia sob escolta de agentes do sistema penitenciário na maternidade.

Relembre o caso

O crime contra o ex-noivo ocorreu em Juiz de Fora (278 km de Belo Horizonte), em 2002. A médica foi condenada em abril de 2009, mas não foi presa imediatamente em razão dos diversos recursos impetrados pelos seus advogados.

Ela só foi presa em abril do ano passado, em Pirassununga (211 km de São Paulo), após expedição de mandado da prisão pela Justiça.

De acordo com o processo, à época do rompimento do casamento, a médica teria se revoltado contra o homem e passado a ameaçá-lo. Ele teve sua casa e um automóvel incendiados.

Em seguida, ainda de acordo com o processo, Myriam, com a ajuda do pai, teria contratado dois homens para mutilar o ex-noivo. Um dos executores está preso. Por causa de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) durante o julgamento, o pai cumpre pena em regime domiciliar. A vítima sobreviveu e vive anonimamente.

Uol
A mulher detida pela polícia, após ter sido flagrada danificando com uma enxada a imagem de Nossa Senhora da Piedade, na cidade de Belo Oriente (253 km de Belo Horizonte), faz uso de remédios controlados e pode ter se esquecido de tomá-los no dia do ataque.
A afirmação foi feita por Manuel Bragança Neto, marido de Maria das Graças Soares Bragança, em entrevista a TV Globo.  Segundo ele, a mulher não tem nada contra a igreja católica.
"Não, [ela tem] distúrbio mental", resumiu. O homem afirmou que cuida sozinho da esposa e, no dia, deixou-a sozinha em casa. "Pode ter acontecido, porque a gente não consegue vigiar tudo, né?", declarou emocionado.
"[Fiquei] frustrado também, saber que tenho uma companheira que tenho de dar todo o apoio para ela e, além de tudo, não confiar de deixá-la sozinha", disse.
O UOL não conseguiu contato com o marido da mulher. Um familiar dela, que não quis ser identificado, confirmou a dependência de remédios de Maria das Graças e que ela pode ter sofrido um surto no dia do ataque à imagem pelo provável esquecimento da ingestão da medicação.
Segundo essa fonte, a mulher é evangélica e faz uma defesa enérgica da sua fé. No entanto, sem ser agressiva. Ela afirmou que a parente não tem histórico de casos de comportamento agressivo e, sob medicação, leva uma vida normal.G1

Restauro

A imagem de Nossa Senhora da Piedade, padroeira da cidade, foi danificada no último dia 24 e fica do lado externo da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Piedade.

Segundo a secretaria da paróquia, a obra já está sendo restaurada de maneira gratuita por dois moradores da localidade. Conforme o setor, a intenção é que o serviço seja finalizado no próximo domingo (29).

O pároco Luiz Carlos Macedo afirmou ter presenciado a cena e disse que a mulher "conversava" com a peça sacra e, enquanto a golpeava, cantava músicas religiosas.
A assessoria da Polícia Civil de Minas Gerais informou que o caso foi registrado no plantão da delegacia da cidade, mas repassado à delegacia de Açucena (285 km da capital mineira). Ela foi liberada após se ouvida pela polícia.

Ainda de acordo com a assessoria, uma audiência será realizada no fórum da localidade, ainda sem data marcada, sobre o caso. O delegado que registrou o depoimento da mulher não informou o teor das declarações, mas adiantou que ela poderá, caso seja considerada culpada, responder pelo crime de dano ao patrimônio, que é tido como de menor potencial ofensivo.TH
Mototaxista é atingido por vários disparos em Serra Talhada

A vítima passou por cirurgia no HOSPAM, porém não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.
27 mar 2015
Um mototaxista foi atingido por vários tiros na noite dessa sexta-feira (27) em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Militar, a pessoa de Nildo Pereira de Souza, do Napomototaxi, de aproximadamente 32 anos, estava em seu ponto às 19h30, quando elementos não identificados chegaram e efetuaram cerca de 6 disparos contra o mesmo. A vítima estava de costas.

Ainda segundo informações da polícia, testemunhas ainda não souberam informar a autoria do crime.

A vítima foi socorrida em uma viatura da Polícia Militar para o Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães, onde passou por cirurgia, porém não resistiu aos ferimentos e veio a óbito por volta das 21h10, segundo informações de funcionários do HOSPAM.

fonte naynneto.com.br



Unidade, se criada, será formada por sete municípios.

Graças à articulação de alguns educadores, lideranças estaduais e agora com o apoio dos prefeitos e prefeita dos municípios de: Flores, Serra Talhada, Calumbi, Triunfo, Santa Cruz da Baixa Verde, Betânia e São José do Belmonte, foram dados passos grandes para criar, em Serra Talhada, uma Gerência Regional de Educacional.

A articulação nasceu com reuniões puxadas pelo líder do Governo, Deputado Waldemar Borges e com o dos gestores dos municípios que passarão a integrar a GRE-Serra Talhada. E pra reforçar o time, nomes como o Secretário Estadual dos Transportes, Sebastião Oliveira, Rogério Leão, deputado Estadual e o vice-governador Raul Henry, compraram a briga.

Na próxima semana, o vice-governador, Raul Henry levará a demanda para análise do Secretário de Educação Fred Amâncio e terá ainda encontro com o próprio governador Paulo Câmara reforçando o pedido.


A prefeita Soraya ver com bons olhos a instalação de uma GRE em Serra Talhada, já que possibilitaria a descentralização da gestão educacional na região e facilitaria a implementação de ações mais diretas junto as escolas subordinadas.