Ultimas Noticias
recent

Oposição de Pernambuco rebate ataque de senadora


Seguindo o que já tem sido praticado pelo governador Paulo Câmara (PSB) há algum tempo, a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, demonstrou, ontem, que pretende atrelar ao grupo Pernambuco Vai Mudar e não aos socialistas o título de inimigos pernambucanos dos petistas. Em entrevista após o encontro com Paulo, Gleisi afirmou que os deputados federais Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) são “os adversários do PT” no Estado. Ambos os parlamentares integram a Frente das Oposições, coletivo que tem como cabeça de chapa o senador Armando Monteiro (PTB), que tem a trajetória política intimamente ligada ao Partido dos Trabalhadores.
Sobre a declaração de Gleisi, Bruno cobrou coerência da senadora, que, segundo ele, negocia uma aliança com a agremiação que possibilitou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). “Enquanto fazia referência a nós, ela estava sentada na mesa, negociando com o partido que entregou o número de votos necessários para a queda de Dilma e a posse de Temer”, disparou o tucano.
O deputado Mendonça Filho, por sua vez, ironizou a frase dita pela petista. “Ela descobriu o Brasil. É Pedro Álvares Cabral”, disse, completando que a informação não está incorreta e nem é novidade. “Sempre fui adversário do PT em Pernambuco”, cravou.
Para Armando, ao citar apenas os seus companheiros de palanque, o discurso da senadora foi “seletivo”. “A rigor, se ela está se referindo àqueles que lutaram pelo impeachment, deveria ter incluído o próprio Paulo Câmara, o PSB de Pernambuco e Jarbas Vasconcelos, que está na chapa de Paulo, nessa lista. Da forma como ela colocou, me soa muito estranho”, avaliou o senador.
PENoticias
Cosmo Queiroz

Cosmo Queiroz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.